Escolha uma Página

Dados divulgados pela Anatel mostram que o serviço de telefonia fixa (STFC) sofreu mais uma queda no último mês de março: 426 mil acessos a menos foram registrados.

O registro total de acessos corresponde a 24,520 milhões de assinantes no terceiro mês do ano. A diferença é de 8,5% a menos de linhas ativas, em relação ao mesmo período em 2023. Comparado com o mês de fevereiro deste ano, a queda registrada foi de 1,7%.

Neste ano, o serviço já perdeu quase 1 milhão de acessos. São 962,423 mil linhas ativas a menos, de janeiro até março. A queda, em relação ao mesmo período em 2023, foi de aproximadamente 2,26 milhões de acessos em um período de doze meses.

Autorizadas

As autorizadas continuam liderando a oferta do serviço. Em março, essas empresas foram responsáveis por 55,3% das linhas ativas, mesmo com queda de 4% na base anual.

Já as concessionárias representaram 44,7% da telefonia fixa, após queda anual de cerca de 13%. 

Além disso, os acessos por meio de fibra permaneceram na liderança. Em março de 2024, 12,293 milhões dos acessos se davam por esse meio. Houve um aumento de 12,850 mil clientes em comparação ao último mês de fevereiro. 

Grupos

Na divisão por grupos, a Claro é a maior operadora de telefonia fixa (na soma de todos os regimes e tecnologias), com 7,229 milhões de clientes. Em seguida estão a Oi com 6,453 milhões e a Vivo com 6,228 milhões.

Fonte: Teletime