Escolha uma Página

Novo NOC dedicado ao backbone da Alloha Fibra substitui polos antes espalhados pelo país e fica em Mauá, na Grande São Paulo

A Alloha Fibra está com um novo NOC (Network Operations Center), localizado em Mauá, na Grande São Paulo. Ali, a empresa passa a fazer a gestão de seu backbone nacional, mais uma etapa em seu processo de integração de diferentes redes, resultantes da aquisição de diversos provedores de internet, em uma só.

Dois projetos serão implementados no local. O primeiro cria um ecossistema unificado entre o monitoramento de rede e os sistemas operacionais, permitindo a abertura de chamadas automáticas de campo em caso de falhas de internet na casa do usuário, direcionando imediatamente às áreas responsáveis e reduzindo o tempo médio de reparo (MTTR – Mean Time To Repair). Todas as informações serão disponibilizadas nos canais de Atendimento ao Cliente para que o usuário acompanhe com precisão a situação.

O segundo consistirá na implementação de um sistema de correlação de todos os eventos de toda a planta, visando otimizar a alocação de recursos da companhia. Para viabilizar essa iniciativa, a Alloha Fibra empregará inteligência artificial, prometendo maior capacidade de tomada de decisão em escala.

Novo NOC da Alloha Fibra

O novo NOC atende tanto os assinantes B2C da Giga+ Fibra, quanto os clientes B2B da Giga+ Empresas. Aproximadamente 4,5 milhões de itens serão monitorados, que vão desde equipamentos das residências dos usuários até os roteadores de alto desempenho e de transmissões de longa distância, quando o NOC estiver trabalhando em força total.

Com mais de 1,6 milhão de clientes, atualmente, o tráfego total agregado na rede é de aproximadamente 10 Terabits por segundo. A estrutura contará com uma equipe de mais de 50 funcionários, que está em fase de contratação. Entre eles engenheiros de telecom, profissionais de segurança da informação e analistas, que irão monitorar o sistema 24 horas nos 7 dias da semana.

Antes do lançamento do NOC Mauá, a empresa fazia a gestão do backbone nacional a partir dos polos de MOB, Sumicity e VIP Telecom. Estes foram desmobilizados.

Com a mudança, haverá centralização dos processos, o que deve resultar em maior agilidade e melhoria da qualidade dos serviços prestados, segundo o CEO, Lorival Luz.

“Temos como objetivo priorizar a padronização de processos em uma única localidade, atendendo todo o País. Isso implica no desenvolvimento de soluções inteligentes e rápidas, garantindo uma operação mais ágil e eficaz”, disse.

A unidade de Mauá será responsável pelos 86 mil km de backbone da empresa.

A Alloha Fibra também possui um NOC na cidade do Carmo, no Rio de Janeiro, que gerencia a rede FTTH (Fiber to the Home), outros 63 mil km. A provedora tem mais de 1,6 milhão de assinantes B2C, em 280 cidades.

Fonte: Tele.Síntese