Escolha uma Página

Parceiras implementaram 1 mil sites nas seis maiores cidades do país quatro meses após a obtenção da licença de quinta geração; próximo contrato prevê a implantação de mais 400 infraestruturas

A Nokia e a Claro anunciaram, nesta quarta-feira, 26, a conclusão da primeira fase da implantação da rede 5G na Colômbia. O projeto envolve a cobertura de mais de 1 mil sites e foi finalizado quatro meses após a emissão das licenças para operação da quinta geração móvel no território colombiano.

Em comunicado, a Nokia destacou que, na parceria com a Claro, está fornecendo tecnologias de rádio, core de rede e infraestrutura de transporte. O contrato prevê o uso de equipamentos da linha Nokia AirScale, desenvolvida para operar com eficiência energética em ambientes internos e externos.

Segundo a fabricante finlandesa, o portfólio ainda inclui estações rádio base, antenas Massive MIMO e soluções de cabeça de rádio remoto (RRH). A Nokia também fornecerá a solução MantaRay Network Management, para gerenciamento contínuo de rede, e MantaRay SON, para operações automatizadas, serviços de otimização de rede e suporte técnico.

Na prática, o acordo prevê levar a cobertura 5G às seis principais cidades da Colômbia. Há planos para expansão da rede para outras 14 cidades ainda neste ano. A Nokia também informou que já fechou um novo contrato com a Claro para implantação de mais 400 sites no país.

“O acordo estabelecerá as bases para futuras inovações em setores como transporte, mineração, energia e petróleo e gás, entre outros”, ressaltou a Nokia, em nota.

Recentemente, as parceiras implantaram uma rede sem fio privada industrial 4.9G e uma solução de computação de borda no terminal portuário da Sociedad Portuaria Puerto Bahía, em Cartagena.

leilão do 5G na Colômbia ocorreu em dezembro do ano passado. A Claro adquiriu um bloco de 80 MHz na frequência de 3,5 GHz, além de ter adquirido um bloco adicional na faixa de 2,5 GHz. Na ocasião, a brasileira Telecall também adquiriu licenças para atuar como operadora móvel no território colombiano.

Fonte: Tele.Síntese